Reinaldo Lima

terça-feira, 13 de abril de 2010

Gesto Gentil


Demorou, já era para ter ligado ao Diego Tardelli, para agradecer a bonita homenagem que prestou, na goleada do Galo pela Copa do Brasil, em cima do Chapecoense. No sexto gol , para caracterizar a minha comemoração, levantou o calção até o umbigo, ergueu o braço com o punho cerrado. Com este gesto de carinho e gentileza Tardelli atingiu o seio da minha familia. Nós te agradecemos sempre, não só pela homenagem, mas, sobretudo pelas alegrias que trás para todos aqueles que amam as cores preta e branca.S alve o craque Tardelli! Salve o Galo! Salve o Rei!

3 comentários:

  1. Natália Marchesi13 de abril de 2010 12:04

    Reiiiii,

    Essa homenagem foi mais que merecida! Pq vc é Rei da Massa e ídolo! Don Diego sabe do amor e admiração que a Massa tem por vc! Então a homenagem foi mais que justa!

    E quem sabe Don Diego não será eternizado com sua comemoração de Matador no GALO!

    Sucesso sempre. Fica caom Deus!

    ResponderExcluir
  2. Quando ví um Rei pela primeira vez, foi no, já extinto, Uai-Bahia do amigo Carlos Pessoa, aqui em Salvador-Ba. Ansioso, contei os dias, horas e minutos para o encontro magestoso. Uma multidão de apaixonados atleticanos esperavam pelo encontro. Entre umas e outras sobre a mesa,o tempo demorava a passar. De repente,lá na porta, o Rei apareceu. Foi como se eu estivesse ouvindo o Vilibaldo Alves ou Gonser narrar o golaço do Rei sobre as serelepes azuis. Euforia no lugar era total.
    Curvei-me, diante do verdadeiro Rei. Não sei se abraçava, beijava ou agradecia por cada gol feito, cada jogada, cada gesto ou sei lá o quê! Foi uma noite da mais perfeita harmonia entre um Rei e seus súditos debaixo do céu negro com estrelas brancas a iluminar o Uai-Bahia. jamais imaginei conhecer um Rei de verdade. mais fácil seria conhecer os reis políticos pelo mundo afora em suas aparições pública e etc. Mas um Rei verdadeiro, somente os atleticanos podem conhecer. Como aquele moço de fala mansa, gestos lentos,puxando, ligeiramente a perna, poderia conquistar um território tão perverso, como o da bola? Como poderia aquele moço, derrubar os gigantes armados de maldades e humilhá-los, perante a multidão boquiaberta? Como aquele moço, fez parecer tão fácil,a arte de fazer os "terroristas da mídia do eixo" engolir o nascimento de um Rei do futebol moderno, (na era pós Pelé)? Foram estas a minhas perguntas, que nem mesmo o Rei, com toda sua magestosa simpatia, poderia mostrar para o plebeu aqui. Os segredos secretos de um Rei que, fingiu ser um menino, para fugir dos insanos caçadores, calçados de ferraduras,com suas roupas multi-coloridas a perseguir um Rei em preto e branco.

    Obrigado, Rei!
    twitter/cabrito2606

    ResponderExcluir
  3. Reinaldo,
    me tornei Atleticana naquele fatidico final contra o Sao Paulo em que vc. nao estava em campo. Tinha 14 anos, recem chegada a Minas. Naquele dia ouvi falar em um certo "Rei" que nao iria jogar e poderia fazer falta.
    Depois disto inumeras vezes te vi jogar e inumeras vezes gritei gol, ao lado desta Massa maravilhosa. Muito obrigado por ter sido quem foi, eh e sempre serah para o Galo!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua mensagem! Rei